Amarrações definitivas

Amarrações definitivas

Naberius, também conhecido por Cerberus, é um dos 72 Espíritos de Salomão, e manifesta-se na forma de um galo preto, ou de um corvo. Quando se manifesta em visões, ele tende a aparecer com três cabeças. Naberius é um Marquês dos Infernos, e quando invocado correctamente por uma bruxa, pod ajudar a recuperar favores e honras perdidas. Pode por isso ajudar em causas de amores perdidos com enorme sucesso, fazendo sentimentos reflorescerem de forma á pessoa abandonada reconquistar os favores amorosos de alguem, ou conseguindo com que compromissos como os do casamento ou noivado sejam honrados.  Já Nitibius é um dos demónios de Nuctemeron,  que na verdade é um Jiin ou um Génio que governa sobre as estrelas, podendo por isso a sua influencia se muito forte quando se trata de alterar os sentimentos do ser humano, motivo pelo qual algumas bruxas também recorriam á sua invocação nas amarrações definitivas.

Certos demónios são tão antigos, que se deram a conhecer a varias culturas e povos em diversos pontos do mundo, a cada um fazendo-se conhecer de formas diferentes, conforme as tradições e crenças dos povos a que se mostravam, de modo a fazerem-se compreender pelos que eram contactados por esses espíritos.

A existência de Lilith é tão ancestral, que pode ser encontrada em vários povos da Antiguidade, apesar destes, há altura, nunca terem tido contacto entre sí. Um exemplo disso, ocorreu na Escócia. A bruxa Nickneven foi uma bruxa temida na demonologia popular Escocesa. Era considerada a rainha das fadas, sendo que as fadas eram encaradas nas ancestrais tradições populares como espíritos de bruxasmortas, ou de bebés falecidos sem baptismo, ou de bebés falecidos prematuramente cuja a alma foi levada por uma fada. Nas velhas tradições demonológicas escocesas, o esposo da bruxa Nickneven era «Old Nick», ou o Diabo. Na verdade, trata-se da mesma relação e das mesmas entidades a quem os Hebraicos chamaram de Lilith e seu consorte Lúcifer, apesar destes povos na altura não se terem cruzado, o que demonstra que estes espíritos tem sempre vagueado os quatro cantos do mundo, revelando-se com nomes e formas diferentes a diferentes culturas.

Na demonológica escandinava, aquilo que hoje em dia se conhece por inferno era um local chamado de Nifl heim, no Alemão moderno «Nebelheim» ou seja, o «lar da névoa», o local das nevoas eternas para onde as almas iam habitar quando desencarnavam deste mundo, e que por vezes visita e se cruza com este mundo na forma de neblina mística. Era um local frio e de noite sem fim, governado pela rainha demoniza dos mortos, chamada Hela, cujo o nome veio a dar origem á palavra Inglesa «Hell», ou seja, «inferno». E muitas bruxas celebravam obscuros ritos, invocando a essas névoas do mundo do Além-túmulo, de onde vinham espíritos de mortos e demónios que as auxiliavam na realização dos seus trabalhos de magia negra.

Nicolas Remy( 1530 – 1612), foi um demonologista Francês que presenciou pessoalmente vários casos verídicos de bruxas, bruxaria e trabalhos de magia negra.  Com as conclusões que retirou das suas experiências e observações, Nicolas Remy escreveu a obra «Demonolatreiae», publicado em 1595.

No seu grimório, Remy dá nota de bruxas como a notória bruxa Barbellina Rayel, da localidade de Blainville, que por volta dos anos de 1587 frequentava ritos de Sabbat satânico celebrados nas noites de quarta-feira e sábado, onde ali se invocavam demónios aos quais as bruxas se entregavam indiscriminadamente em obscena luxuria, para em recompensa deles receberem as ocultas sabedorias com as quais depois celebravam os mais prodigiosos trabalhos de magia negra.

Por volta dos anos de 1700, existiu uma célebre bruxa, a quem chamavam a bruxa Lizzie. A jovem Lizzie estava prometida em casamento um jovem da sua vila, e porem desde os doze anos que vinha sentindo um apelo inexplicável que lhe vinha da praia perto da qual vivia com os seus pais. O apelo foi crescendo no seu espirito ano após ano, até que antes de se casar, Lizzie foi sozinha á praia deserta num dia invernal.  Enquanto o noivo estava na floresta, a bruxa desnudou-se, entrou nas águas do mar, e invocou o Diabo com uma formula que lhe tinha andado a ser murmurada no pensamento desde criança, ao que o demónio lhe respondeu comparecendo ao chamamento, e tomando-a lascivamente na praia, enquanto que uma furiosa tempestade rebentou nos céus, anunciando o herético adultério. Naquele momento Satanás rasgou-lhe a carne dando-lhe a sua marca do Diabo, e re-baptizou a bruxa, retirando-lhe o nome do Livro Branco de Deus, e inscrevendo o seu novo nome no Livro Negro do Diabo. A bruxa recebeu o nome de Illa, e ficou a saber que o demónio que a tinha copulado chamava-se Disidaemonia Hereat Dom. O demónio tinha-se-lhe manifestado na forma de um homem tomado através de possessão demoníaca, assim como também o fazia na forma de uma cabra preta. Dias depois, a bruxa recebeu de presente um espírito demoníaco familiar que a acompanhava, e que assumia certas vezes a forma de um ouriço, outras de um sapo. O espírito demoníaco familiar ajudava-a em todo o tipo de bruxedos, assim como os transportava para as suas vítimas, contagiando-as com todo o tipo de sortilégios. A bruxa nunca chegou a casar, e entregou-se á magia negra e ao Diabo conforme uma freira se entrega ao convento e a Deus, exceptuando que dela não se lhe pedia virtude nem castidade, mas sim luxuria nas noites em que o demónio a visitava, e magia negra praticada nas suas bruxarias. Toda a vila sabia e reconhecia os prodígios da bruxa Lizzie, que tinha sentindo o chamamento do Diabo como as freiras sentem o chamamento de Deus, e que se lhe tinha dedicado com fidelidade. Em recompensa, os seus trabalhos de magia negra tinham efeitos espantosos, motivo pelo qual a bruxa era tão temida quanto abundantemente procurada por uma vasta clientela.  E era com bruxedos desta forte natureza, que naquelas redondezas se faziam as mais fortes amarrações definitivas, pois conforme definitiva tinha sido a entrega da bruxa á magia negra, pois também definitivos eram os resultados das suas bruxarias.

Procura verdadeiras amarrações definitivas ?

Venha falar com quem sabe.

Escreva-nos!

© 2019, admin. Todos os direitos reservados. Copyright de trabalhosdemagianegra.com

This entry was posted in amarrações and tagged , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.