Amarrações do fruto proibido

Amarrações do fruto proibido

Há um caso histórico e verídico que ocorreu no convento de Capri, nos anos 1630. Ali, a famosa freira, irmã Dealta Martinelli , foi uma das freiras seduzidas pelo demónio, e que se dedicou á pratica da bruxaria. A freira entregou-se carnalmente ao Diabo em acto de impura lascívia carnal, sendo que pela consumação de pecado, de sacrilégio e de profanação dos sagrados votos do celibato para com Deus, o Diabo selou com a freira o seu Pacto demoníaco, e em troca concedeu-lhe os dons da bruxaria e artes de magia negra, assim como especiais poderes nas magias de amor de magia negra, ou naquilo que se chamam as amarrações.A freira Dealta acabou por recrutar outras irmãs do convento, sendo que o sucedido acabou por chegar á atenção da Santa Inquisição, uma vez que os eventos sobrenaturais e heréticos ocorridos no convento tornaram-se conhecidos. A Inquisição local interrogou as freiras, assim como os exorcistas do Vaticano entre abril de 1638 e fevereiro de 1639. Várias freiras acabaram por confessar a origem do fenómeno, que residia na freira Dealta Martinelli, revelando que a freira teria sido seduzida pelo demónio, e com ele firmado pacto demoníaco, através do qual recebeu os dons da bruxaria. A freira praticava assim poderosos bruxedos de magia negra, e muita gente recorreu secretamente dos seus préstimos. A freira resolvia com impressionante sucesso tudo que eram problemas relacionados com amor e luxuria, e a sua fama tornou-a celebre na feitura de magia negras de amor, fosse para amarrar ou separar casais. Ela e as suas companheiras de bruxaria ficariam conhecidas como as freiras satânicas., e os seus préstimos eram abundantemente procurados e principescamente pagos. Pois a verdade, é que este tipo de trabalhos de magia negra celebrados por padres e feiras satânicas sao dos mais fortes, infalíveis e cobiçados desde há séculos. Uma destas celebres amarrações, é a amarração do fruto proibido.

Diz o povo que:

«o fruto proibido é sempre o mais desejado.»

Pois então:
Por vezes – assim tem sido desde tempos imemoriais – isso é mesmo verdade, e por isso as amarrações do fruto proibido são o ideal para quem deseja amarrar alguém que não suposto poder ter, ( seja por convenção social, seja por motivos familiares, seja porque se é casada, seja pela diferença de idade, etc), ou enfim : para se poder conquistar um amante – ou uma amante – que não é licito possuir.O fruto proibido foi aquele através do qual o Diabo – há quem afirme que foi Lilith – foi tentar a Eva, e foi através desse fruto que Eva fez Adão cair na tentação.
Pois então:
Da mesma forma, é através da amarração do fruto proibido que uma mulher poderá fazer um homem cair na tentação, ou um homem fará uma mulher cair na tentação, mesmo quando assim seja proibido, e até nas mais difíceis ou constrangedoras circunstancias em que nasce um desejo irresistível por alguém que não é licito possuir amorosamente.
Na mitologia cristã sempre se diz que o fruto proibido é uma maça.
E porem:
Na verdade as velhas e milenares sabedorias de ancestrais rabinos – e fortes tradições do Midrash – professam que se trata não de uma maçã, mas sim do baga da uva, e quem mais percebe dos milenares segredos do Antigo Testamento são os sábios hebraicos, pois foram eles que ao longo de milénios escreveram e transcreveram os textos sagrados, assim como conservaram os segredos neles contidos ocultamente.
Ou seja:
a uva quando processada e fermentada dá em vinho, por isso ela, (na forma de vinho), desinibe os homens e as mulheres, e – na verdade – Adão e Eva tendo descoberto como se embriagar com o fruto da videira, (conforme mais tarde aconteceu com Lot e as suas duas filhas – vide: Gen 19, 30-38), então desinibiram-se e cometeram o pecado da carnalidade, coisa que Deus lhes proibiu no Èden, pois que Adão e Eva eram como irmãos num estado de pureza, e por isso Deus ter-lhes-ia ordenado , (sabendo os efeitos sedutores e inebriantes daquela baga de uva), que jamais tocassem nem processassem o fruto da videira, coisa que Eva acabou por levar Adão a fazer.
Para além disso, as mitologias greco-romanas confirmaram esta ideia dos ancestrais rabinos, pois que a uva esteve sempre associada ao Deus Baco, ás suas sacerdotisas bancantes, á ebriedade e aos rituais de luxuriosos das bacantes que eram anualmente festejados em honra do deus Baco.
Por isso:
As mais ancestrais escolas teológicas não consideram a maçã enquanto o fruto proibido, mas sim a uva, ou a baga da uva, ou o cacho da uva, e em resumo: o seu sub-produto, que é o vinho!
Por isso mesmo, é que certas teorias do Midrash hebraico consideram que foi por esse motivo, ( para expiar o pecado de Adão e Eva que foi cometido no Èden através do vinho), que então o vinho passou a ser usado em rituais dedicados á expiação de pecados, e a Deus.
Mais tarde, o cristianismo viria a perpetuar essa tradição rabínica do fruto proibido usado como elemento redentor através do vinho da Eucaristia, sendo que:
enquanto o vinho no cristianismo representa o sangue de Cristo que nos traz redenção, pois da mesma forma o vinho nas tradições rabínicas representa a redenção pelo pecado de Adão e Eva no Èden.
Pois então:
Conforme as mais ancestrais tradições – que remontam a Adão e Eva, assim como a Lot e as suas filhas – a uva é o fruto proibido que abre a porta ao que é proibido, então é por isso com esse fruto proibido que se podem celebrar as mais fortes magias amorosas para se colher frutos amorosos proibidos.

Como são feitas as amarrações do fruto proibido

Conforme foi pelo fruto proibido que o diabo trouxe a tentação e o pecado ao homem e á mulher, pois é através deste fruto proibido trabalhado em trabalho de magia negra que se fazem as mais fortes amarrações, lançando sobre homem ou mulher a tentação e o pecado, no qual a vitima acabará sempre por cair ceder, conforme cederam Eva e Adão.
As amarrações do fruto proibido são bruxarias sempre celebradas por bruxos ou bruxas numa encruzilhada deserta á volta da qual existem vinhas, e sob o luar de lua cheia. No centro dessa encruzilhada devem ser riscados, ( com cré sagrado), sigilos ou símbolos invocatórios de espíritos de trevas.
No centro desses sigilos ou diagramas ocultos, deve ser colocada uma taça de prata que antes foi consagrada em igreja.
No centro da taça de prata consagrada em igreja, são vertidas 7 porções de vinho santo de eucaristia, pois que o vinho é o produto o fruto proibido, e que é a baga de uva. Há quem também use vinho kosher hebraico proveniente de Israel.
Na taça deve depois ser colocado – no centro do vinho – um coração de ave negra oferendado no momento, com o uso de uma faca de prata consagrada e sem imperfeições.
Porque se usa uma ave negra?

De acordo com o grimorio «Errores Gazariorum» de 1405, os Sabbats das bruxas terminavam quando um galo preto anunciava o raiar do dia, altura em que as bruxas urinavam e defecavam em escárnio para com as missas brancas da igreja, e partiam do templo onde Sabbat Negro havia sido celebrado. O Galo preto estava sempre presente no Sabbats das bruxas, fosse no inicio da celebração sendo oferendado para invocar o demonio, fosse no final dos ritos, anunciando que o demonio já tinha partido, e que o Sabbats Satânico estava assim encerrado.
Por outro lado, muitos dos mais antigos textos e grimórios de magia negra assim o ensinam, incluindo os textos de são Cipriano – o bruxo que tinha eterno Pacto infernal com  Lúcifer – , e por isso,  assim se pode ler na obra de são Cipriano,:

Depois de estudar bem o livro (…) lançou a mão de uma galinha preta própria para as esconjurações diabólicas

Obra de são Cipriano, versando sobre «Erguimanços de são Cipriano ou prodígios do diabo», capítulo 2º, Pag 248

Pois assim sendo: a oferenda de ave negra é própria para as conjurações mais portentosas, e é preceito adequado á invocação e conjuração das mais portentosas magias negras.

Um notório bruxo de nome Louis Graufidi ( f. 1610), afirmava que um galo preto estava presente nos Sabbat das bruxas, sendo que quando ele cantasse, terminava a reunião. São Prudêncio ( 348- 410), dizia que os ritos demoníacos celebravam-se durante a noite, até ao cantar do galo. Tendo o galo cantado, então terminam as cerimonias do demónio, pois que os ritos de Satanás cessam, quando os ofícios da Igreja começam. Por isso mesmo, nos tempos de são Benedicto ( 1526- 1589), logo ao raiar do dia iniciavam-se cânticos religiosos, aos quais se chamavam «Gallicinium», em honra do galo que anunciava o nascer do dia que trazia a luz de Deus, e o cessar das actividades das assombrações e dos demóniosNicolas Remy( 1530 – 1612), foi um demonologista Francês que presenciou pessoalmente vários casos verídicos de bruxas, bruxaria e trabalhos de magia negra.  Com as conclusões que retirou das suas experiências e observações, Nicolas Remy escreveu a obra «Demonolatreiae», publicado em 1595. Nicolas Remy falou certa vez com a notória bruxa Latoma, que lhe disse que o galo era desprezado pelos demónios, por ser considerado um arauto de Deus, um paladino da luz, um mensageiro da cristandade, despertando os homens para a adoração a Deus, afastando-os dos pecados com que as trevas da noite os infestam através da bruxaria.  Assim, para os sacerdotes cristãos o galo que anunciava o nascer do dia e do Sol, e assumia-se como um símbolo da luz de Deus que diariamente vence as trevas. Pois por o galo ser tao importante e precioso para estes fiéis de Deus, diz-se que o Diabo o adoptou como oferenda a ser-lhe sacrificada em ritos de magia negra, enquanto símbolo da sua vitoria sobre aquele que era um paladino da luz Deus. E de todos os galos, preferiu o preto. E por isso mesmo, é que a oferenda do galo preto e do seu sangue, se tornou um elemento tradicional na magia negra, e um elemento agradável aos demónios invocados. Sacrificando um galo preto, esta-se a sacrificar um arauto da luz, e esta-se a silenciar o detestável cantar que anuncia a alvorada. Isso agrada aos demónios, e daí o galo preto ter esta importância simbólica, cuja a origem poucos conhecem.

Isto explicado:
Na taça deve ser polvilhado negro e magico de maldição de amarração, assim como sal do mar vermelho, e deve o coração ser trespassado com 5 alfinetes de prata. O  negro de maldição usado na bruxaria , é um preparado em cemitério ao longo de 6 noites de Lua Cheia, e esse de magia negra é preparado conforme uma fórmula secreta na qual se faz uso de ingredientes como:

enxofre, ossos moídos de defunto com 7 meses de sepultura, plantas negras ocultas, cré negro que foi consagrado e moído em encruzilhada assombrada, belladona, de sangue de morcego coagulado, raiz de heléboro, escamas de serpente negra, acônito, e muitos outros ingredientes de formulas de magia negra que são conservados em segredo há séculos.

Alguns dos segredos destas ancestrais formulas, são de certa forma referidos e mencionados na obra Metamerphoses de Apulileu, autor romano do século II a.C. Também Silvestre Prieirias ( 1456-1527), foi um teólogo dominicano que no século XVI também escreveu sobre alguns aspectos dos ingredientes usados em unguentos das bruxas. Esta formula de negro de maldição é um segredo de bruxaria bem conservado. Quem usou desta formula com grande sucesso na Idade Média, foram freiras que secretamente se entregaram á bruxaria e a Satanás através de Pacto demoníaco. Essas freiras passaram mesmo a ser chamadas de freiras satânicas, pois ter-se-iam deixado corromper e subverter pela influencia do Diabo. Neste caso,  estas freiras foram abordadas um demónio feminino que tem especial gosto em seduzir e possuir freiras. Os factos ocorreram num convento na península ibérica, Dizem as lendas que foi o próprio demónio que lhes revelou a formula deste negro através de sonhos satanicamente induzidos pelo Diabo.

Neste momento devem-se entoar 5 litanias ocultas de amarração, e assim deve ser feito de cada vez que se perpassa – com as 5 agulhas de prata – no coração colocado no vinho santo, que está na taça de prata consagrada, e que se encontra no meio de sigilos satânicos e místicos riscados na encruzilhada ladeada de vinhas.
Pois então:
Nas amarrações do fruto proibido, conforme o coração que esta no vinho – que é o fruto do fruto proibido – está ali polvilhado de de magia negra e trespassado pelos alfinetes de prata consagrada, então também o coração da pessoa que ilicitamente se deseja acabará entregando-se a todos os desejos do mandate da amarração.

Sobre as questões do poder do demónio em assuntos de luxuria, há diversas provas e documentação histórica. O célebre demonologista francês Nicholas Remy ( 1530 – 1616), fez notar nas suas obras, que num julgamento de uma bruxa chamada Alexée Drigie em 1568, a bruxa confessou sobre os vorazes e animalescos apetites da luxuria do Diabo, sendo esse o meio através do qual o demónio estabelece pacto satânico com a mulher, possuindo-a, e assim convertendo-a numa serva do Diabo, ou uma bruxa. Da mesma formas, as bruxarias de uma bruxa passam a ser poderosos instrumentos para disseminar os pecados da luxuria e concupiscência da lascívia neste mundo. Por esse motivo, os trabalhos de magia negra como as amarrações do fruto proibido, são tão inebriantes, irresistíveis e imparáveis.

Cuidados a ter com amarrações do fruto proibido

As amarrações do fruto proibido são trabalhos de magia negra, e por isso são trabalhos místicos poderosos, feitos com recurso a milenares técnicas de invocação de espíritos!
Por isso:
As amarrações do fruto proibido sendo manipuladas da forma errada – por curiosos, desconhecedores, ou leigos – então podem infestar esses leigos e curiosos de fatais possessões demoníacas, ou de causar grandes tragédias ou estagnação na sua vida, ou na vida das pessoas á sua volta!, pelo que apenas deve operar neste tipo de trabalhos um mago santeiro preparado e treinado para tal demanda.
Cuidai também que:
– conforme sempre avisamos, então mais uma vez vamos repetir:
Estando os trabalhos de magia negra das amarrações do fruto proibido celebradas e concluídas, então é muito provável que possam ocorrerem diversos fenómenos rodeando o mago que ali foi executar as amarrações do fruto proibido, tais como:
Ocorrência de ruídos estranhos e inexplicáveis, sensações de arrepios, manifestações de assombrações, aparecimento de animais, (seja que tipo de bicho for: desde vermes, ou aves, ou cães, ou bodes, ou gatos, ou sapos, ou insectos, etc), ou acontecer ver-se coisas que se movem sem explicação lógica, estranhas brisas de vento, manifestações de vultos, falhas em lanternas ou equipamentos eléctricos que se tenham levado para o local, alterações de temperatura anormais, ou ate que a pessoa ali presente se sinta incomodada por pressentir estar sendo observada por uma entidade invisível.
Porem, e conforme sempre dizemos:
Tudo isso são manifestações próprias de uma destas amarrações do fruto proibido, e que ( conforme em todos os grandes trabalhos de magia negra), por isso devem ser exercidos apenas por bruxos ou bruxas preparados em magia negra, e que por isso estejam treinados para lidar nestas artes ocultas, pois que indo o curioso, o desconhecedor, ou o leigo meter as suas mãos neste tipo de trabalhos de amarração de magia negra, então eis que esses infortunados poderão acabar sendo fáceis vitimas de terríveis possessões demoníacas, por vezes fatais!, para si mesmos ou para aqueles que mais amam.
Mais dizemos:
A quem encomenda as amarrações do fruto proibido, eis que devereis cuidar:
Neste tipo de trabalhos, ( como em todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos), não se deve jamais andar a toda a hora a olhar o relógio, e todos os dias olhando o calendário, e a todo o tempo caído em impaciências, duvidas e inquietações, pois olhai que assim está escrito na obra de são Cipriano – o bruxo que tinha eterno Pacto infernal com  Lúcifer –:

«[Implorou Siderol]: perdão, perdão, Lúcifer (…)

[Respondeu Lúcifer]: não te disse já, (…), que na minha lei também é preciso ter paciência? »

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 8º, pagina 260

Assim se fica sabendo:

Os prodígios da magia negra não ocorrem na «impaciência», mas sim eles florescem na «fé» e eles frutificam na «paciência», pois que ensina são Cipriano – o bruxo que tinha eterno Pacto infernal com  Lúcifer – que o tempo dos espíritos não é o tempo das pressas picuinhas dos homens, e por isso: seja na magia branca, ou seja na magia negra, ( e seja em qualquer trabalho de invocação de espíritos), a lei dos espíritos manda ter paciência, pois acaso não está escrito: «na minha lei também é preciso paciência»?

Pois então: Seja na magia negra ou branca, eis que a obra de são Cipriano garante que com «fé» e «paciência» todos os frutos do espírito são infalíveis!, e porem agindo ao contrario então poder-se-á colher tudo ao contrario daquilo que se deseja!.

Por isso:

– A inquietação e ansiedade e as duvidas são veneno que mata o fruto da obra do espírito, pois que a duvida é o veneno da fé, e pois que quem tendo visto os espíritos manifestarem-se então não pode mais ter duvida alguma!, mas sim deve trilhar no caminho da certeza!, e deixar os espíritos trabalhar e edificar conforme eles querem, pelo tempo que eles determinarem, e pelos caminhos que eles escolherem!

Pois por isso:

– Neste tipo de poderosos trabalhos de magia negra deve-se adoptar essa postura espiritual e deixar aos espíritos trabalhar, pois eles trabalham sempre por caminhos misteriosos, e eles operam sempre por trilhos insondáveis, e o seu fruto acaba sempre florescendo no tempo pelos espíritos marcado, e não no tempo das impaciências humanas.

Assim sendo:

– Respeitai esta regra para do espírito colher bom fruto, ao invés de colher tudo ao contrario daquilo que se foi aos espíritos pedir.

Como funcionam as amarrações do fruto proibido?

As amarrações do fruto proibido são o trabalho ideal para quem deseja amarrar alguém que não se pode ter – porque é alguém proibido! – e por isso este trabalho aplica-se ás mais constrangedoras situações em que alguém deseja outrem, e porem não pode expor publicamente esse seu desejo!
Por isso:
Nesse tipo de situações, então é conveniente que seja a pessoa desejada a vir-se entregar em segredo, pois que dessa forma grandes dissabores serão evitados, e assim se poderá desfrutar com grande prazer desses secretos desejos que alguém tem por outrem, a quem não pode legitimamente possuir.
Por isso mesmo, repetimos:
– O fruto proibido foi aquele através do qual Eva foi fazer a tentação recair sobre Adão quando assim era proibido, e foi através desse fruto que Eva fez Adão cair na tentação.
Pois da mesma forma:
é através da amarração do fruto proibido que uma mulher poderá fazer um homem cair na tentação, ou um homem fará uma mulher cair na tentação, mesmo quando assim seja proibido, seja lá porque motivo for.
Isto explicado, voltamos a dar o ensinamento de que sempre damos sobre trabalhos de magia negra com invocação de espíritos, ou seja:
Os trabalhos de magia negra com invocação de espíritos começam a manifestar os seus efeitos 7 dias apos estarem concluídos, e depois de darem os seus efeitos e manifestações, então dai em diante eles persistirão em espírito insistindo e persistindo na criara amarrada ate que ela ceda. E teimando em não ceder, então os castigos e assombrações persistem atormentando a criatura embruxada até que ela desista de resistir, e ceda. Cedendo, os castigos páram. Porem, teimando em resistir, então os castigos e assombrações persistem atormentando a criatura, sempre paulataninamente aumentando degrau-a-degrau, até ao ponto da sua desgraça. Por isso: a criatura embruxada nunca mais se livrará do bruxedo, nem da sombra da pessoa que a mandou embruxar. Nunca mais.
Por isso, explicamos conforme já antes explicamos:
Porque professamos que demora 7 dias para que o trabalho do santo desça numa pessoa que o pediu?

Porque muitos dos mais ancestrais textos e compêndios de magia negra assim o ensinam, incluindo os textos de são Cipriano – o bruxo que tinha eterno Pacto infernal com  Lúcifer  – , e por isso,  assim se pode ler na obra de são Cipriano:

lava-se em agua de três procedências: do mar, da cachoeira e da chuva. A seguir (…) diz-se: «Pelas sete pragas, pelas sete maravilhas(…)»

Obra de Aço de são Cipriano, Cap 3, «Estudos e experiencias de são Cipriano», versando sobre «Os sete prodígios de Siderol», Pag 112

Pois assim se sabe:
Sete são as pragas da magia negra, assim como sete são as bênçãos de Deus.
Pois da mesma forma, quer isto dizer para aqueles que são entendidos e conhecedores dos segredos e dos preceito da magia negra:
Conforme 7 são as bênçãos de Deus, e conforme 7 são as pragas da  magia negra, pois também 7 são os dias para que a obra do santo desça neste mundo, querendo isto dizer: são necessários 7 dias para que os espíritos invocados venham a este mundo.
Pois assim sendo, eis que assim se sabe:
São necessários 7 dias após a conclusão de um trabalhos de magia negra, para que os espíritos invocados venham a este mundo, e apos esses 7 dias os espíritos manifestar-se-ão, e depois disso – dai em diante e findo esse prazo de 7 dias – então os espíritos trabalharão pelo tempo que for necessário ate que a sua obra se edifique.
E por isso:
– 7 dias é o tempo que se deve esperar com serenidade e fé, para que sejamos escutados pelos espíritos!, e dai em diante a obra dos espíritos depois desce a quem a invocou.
Pois então:
– Após esses 7 dias, eis que a obra do espírito descerá, e eis que ela se manifestará, e dai em diante ela trabalhará pelo tempo que for necessário – sempre sem cessar nem parar – ate que a pessoa amarrada se entregue. E teimando em não se entregar, então a bruxaria persistirá assombrando, atormentando e castigando a pessoa até ao ponto da sua desgraça. por isso: não há escapatória do bruxedo de magia negra, e a pessoa nunca mais se livrará da maldição, nem da sombra de quem a mandou embruxar. Nunca mais.

Efeitos dos trabalhos de amarração o fruto proibido

As amarrações do fruto proibido são – conforme já explicamos – trabalhos de  magia negra ideais para situações em que se tem um desejo secreto por alguém, e porem, ( seja porque motivo for), não se pode abertamente arriscar avançar nessa pessoa, e por isso a situação exige a maior prudência, e por isso o desejável é que seja a pessoa desejava a vir comer na mão do mandante da amarração, e que tudo ocorra com a maior discrição, assim se satisfazendo os desejos secretos que alguém tem por outrem que lhe é proibido ter.
As amarrações do fruto proibido são magias negras realizadas em encruzilhada, e dai em diante, ( estando celebradas asamarrações do fruto proibido), então eis que espíritos serão chamados a vir do mundo dos mortos ao nosso mundo dos vivos, e assombrar a criatura amarrada, e assim será sem misericórdia, nem perdão, nem apelo, nem agravo, e por isso essa criatura amarrada pelas amarrações do fruto proibido será em espírito infestada de aparições, de assombrações e de espíritos na sua alma e no seu espírito!
Por isso, vemos repetir o ensinamento de santo que sempre anunciamos, ou seja:
— Demore o que demorar, e teime o que teimar, essa pessoa, ( 7 dias após o trabalho de  magia negra estar feito), será todas as noites, ( de 7 em 7 noites, e pelo tempo que for necessário), sempre em espírito e no seu espírito assombrada sem cessar, ate que essa pessoa vá ceder e se entregar ao mandante das amarrações do fruto proibido.
Por isso:
neste tipo de amarrações do fruto proibido, a alma da pessoa amarrada será em espírito castigada, assombrada e atormentada – 7 noites apos 7 noites, e pelo tempo que for necessário – por assombrações de espíritos defuntos e espíritos já partidos deste mundo, tal conforme naquela encruzilhada o fruto proibido de Deus foi mergulhado em sangue e foi entregue aos espíritos em nome dessa pessoa amarrada, pois que essa pessoa amarrada é o fruto proibido de quem a mandou amarrar.
E por isso:
A pessoa – enfeitiçada por amarrações do fruto proibido – bem que pode andar pela rua como se nada fosse, e ela bem que pode andar todos os dias com um sorriso estampado na cara, e ela bem que pode andar a pavonear-se de felicidade com outra pessoa qualquer, que porem:
Na pessoa – enfeitiçada por amarrações do fruto proibido – a sua alma e o seu espírito estarão sempre – todas as 7 noites que passarem, e pelo tempo que for necessário – sendo fustigados e assombrados por aparições, por assombrações e por espíritos.
Por isso:
Nas amarrações do fruto proibido, assombrações, aparições e espíritos de defuntos persistirão, ( pelo tempo que for necessário!), fustigando e assombrando no espirito dessa criatura – sempre que ela vai dormir na solidão da penumbra do seu leito – ate que essa pessoa acabe cedendo, e se vá entregar a quem a mandou amarrar amorosamente.
Porem, tome nota:
Nas amarrações do fruto proibido, ( conforme em todos os grandes trabalhos de magia negra), tudo isto que aqui descrevemos – e como sempre ensinamos – irá passar-se inconscientemente na pessoa amarrada, pois que jamais se deseja que ela tenha consciência de que foi alvo de um trabalho de magia negra de amarração, mas antes quer-se que ela pense que se foi entregar ao mandante da amarração de forma perfeitamente natural, embora na verdade essa criatura apenas se vá entregar porque foi em espirito – e no seu espirito – forçada a isso.
Assim sendo:
Nas amarrações do fruto proibido, ( conforme em todos os grandes trabalhos de magia negra), os espíritos irão sempre agir na criatura amarrada de forma inconsciente, invisível e discreta na criatura amarrada, para que ela – mesmo indo consultar a cartomantes ou videntes – não fique jamais a saber que foi vitima de um trabalho de amarração!, e ainda menos possam as pessoas á volta da criatura amarrada jamais desconfiar que ela foi alvo de uma amarração amorosa, e jamais se levantarem suspeitas.
Então:
As amarrações do fruto proibido, ( conforme em todos os grandes trabalhos de magia negra), são indetetáveis e invisíveis!, pelo que – repetimos – são feitos de forma a não causar suspeitas nem mesmo á própria pessoa que foi enfeitiçada!, e por isso:
As amarrações do fruto proibido, ( conforme em todos os grandestrabalhos de magia negra), agem durante de noite, ( de 7 em 7 noites, sempre sem cessar, e pelo tempo que for necessário), enquanto a criatura amarrada está na penumbra do seu leito e rodeada da escuridão, ali assombrando essa criatura amarrada e trabalhando no seu espírito com terríveis aparições e assombrações, ( que ela não se lembrará quando acordar, mas que lhe deixarão cicatrizes de tormentos sobre tormentos na sua alma!), e assim ocorrerá perpetuamente de 7 em 7 noites, ( pelo tempo que for necessário), ate que essa criatura se canse de tanto tormento, e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar!, pois é isso que os espíritos ficarão murmurando, sussurrando e zurzindo todas as noites na alma da pessoa, e por isso: embora depois a pessoa conscientemente não tenha recordação disso, porem a sua alma e o seu espirito bem sabem que apenas terão sossego quando se entregarem ao mandante da amarração do fruto proibido, e por isso: demore o que demorar, essa pessoa – sem sequer saber nem tendo consciência porque o fez – acabará entregando-se. E porem, teimando em não se entregar, então a bruxaria negra persistirá assombrando, atormentando e castigando a criatura até ao ponto da sua desgraça. Por isso: não há escapatória do bruxedo de magia negra, e a pessoa nunca mais se livrará da maldição, nem da sombra de quem a mandou embruxar. Nunca mais.

Quer verdadeiros trabalhos de amarração?

Escreva-nos!

Trabalhos de magia negra, magia negra, amarrações. O altar de baphomet é uma Associação de natureza religiosa – informal e sem personalidade jurídica – fundada em 2011, e conforme os termos da Lei 16/2001 de 22 de Junho.O altar de baphomet é um altar privado de culto religioso privado e fechado. O altar de baphomet exerce os seus préstimos espirituais online, já há quase 1 década aqui abrindo caminhos nas causas mais impossíveis. No altar de baphomet praticam-se as artes da magia negra, invocações de espíritos de trevas, conjuraçoes de demónios, assombrações e aparições. Celebram-se missas negras para todos os fins: amarrações de casal, separações de casal, bruxaria de vingança, bruxarias de justiça, trabalhos de magia negra para afastamento de pessoas indesejáveis, trabalhos de magia negra para todos os fins.Desde 2011 a providenciar sucessos e vitorias, nos casos mais difíceis e desesperados.

© 2019, admin. All rights reserved.

This entry was posted in amarrações and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink.