Amarrações do círculo mágico

Amarrações do círculo magico

O famoso grimório Malleus Maleficarum ( 1486), dos demonologistas Jacob Sprenger ( 1438 – 1495), e Heinrich Kramer,  ( 1430 – 1505), afirma que «Satanás se transforma em varias formas, iludindo em sonhos, confundindo as mentes e afectos» E sabendo disso, as bruxas faziam fortes trabalhos de magia negra através dos quais infestavam a pessoa embruxada de demónios, que trabalham nessa pessoa nos seus sonhos e na sua alma, alterando-lhe os pensamentos e mudando-lhe os afectos, mesmo apesar da pessoa não ter consciência daquilo eu lhe estava a acontecer. E por isso, um dia ela acordava, e tomava atitudes ou decisões que ninguém compreendia, e que surpreendiam toda a gente, inclusive a própria pessoa. E porem, a pessoa embruxada acabava sempre por inesperadamente fazer ou decidir aquilo que o bruxedo tinha determinado. Por isso mesmo homens mudavam de pensamento ou sentimentos do dia para a noite, e iam-se entregar a uma mulher, sem que ninguém compreendesse o motivo daquela alteração de afectos, nem o próprio embruxado.

Houve uma bruxa na Inglaterra do século XVI, conhecida pela bruxa do Dr Lamb. A bruxa chamava-se Anne Bodenham, e era assistente do notório medico Dr. John Lamb, que por volta dos anos de 1563 também era um reputado bruxo e praticante de magia negra. Anne Bodenham era uma apaixonada pelas artes do oculto, e encantada pelos segredos da magia negra entregou-se a carnalmente ao Dr. Lamb, que lhe reconheceu o potencial de uma bruxa, e começou a instruí-la nos segredos da magia negra, até ao ponto de lhe invocar o Diabo,  a quem Anne também se entregou lascivamente na presença do Dr. Lamb, depois selando pacto com Satanás picando o seu dedo e assinando o contrato satânico com o seu próprio sangue. Foi nesse momento que a bruxa Anne recebeu a sua marca do Diabo, que lhe ficou gravada na intimidade, durante a sua copula com o demónio. Dai em diante, a bruxa recebeu profundos conhecimentos de magia negra, fosse do medico e bruxo Dr. Lamb, fosse do demonio que a visitava nocturnamente para desfrutar da devassa carnalidade, depois recompensando-a com a revelação de segredo dos oculto. A vida da bruxa Anne tornou-se tão mais profana, porquanto a bruxa era casada, e assim não apenas cometia o pecado do adultério com o Dr. Lamb, como redobrava o sacrilégio ao entregar-se carnalmente a obscenas luxurias com o demónio. Tal eram as profanações cometidas, e que o Diabo se regozijou com a bruxa, concedendo-lhe mais saberes de magia negra, com os quais a bruxa do Dr Lamb praticava os mais prodigiosos trabalhos de magia negra. E os seus bruxedos eram de tal forma poderosos, que Anne embruxou o seu próprio marido, que passou a aceitar mansamente permanecer casado sem sequer protestar, ( a bem das convenções sociais da época), ao mesmo tempo que a esposa e bruxa vivia em adultério com o Dr. Lamb na sua residência. O caso causou grande escândalo e burburinho na sociedade da época, e serviu para demonstrar até que ponto os bruxedos da bruxa do Dr Lamb conseguiam subjugar qualquer homem que ela quisesse. Por isso mesmo, a fama da bruxa do Dr Lamb rapidamente se espalhou pelo reino, e ela era avidamente procurada por uma vasta clientela que requisitava fervorosamente os seus préstimos de magia negra. A bruxa do Dr Lamb chegou a publicar um livro, e estabeleceu-se como bruxa na vila de Fisherton Anger, Wiltshire.

A bruxa do Dr. Lamb era conhecida por celebrar bruxedos nos quais lançava ervas mágicas para um fogo que ardia dentro de um círculo magico, enquanto entoava encantamentos ocultos em Latim, desse modo invocando espíritos que compareciam ao seu chamamento, e aceitavam as demandas que a bruxa lhes pedisse. Várias pessoas testemunharam estas invocações de magia negra, inclusive um cliente homem chamado Mason que havia encomendado um trabalho de magia negra contra o seu sogro. O Sr Manson deixou escrito como a bruxa do Dr. Lamb desenhou um círculo magico com uma vara magica, depois colocou dentro do círculo um pequeno caldeirão dentro do qual acedeu um fogo com carvão. Depois a bruxa atirava ervas magicas para o fogo, recitando encantamentos escritos num grimório. Gerava-se um cheiro nauseabundo, ouviam-se muitos barulhos, e seguia-se um vento forte. Apareciam então Beelzebub, ou Satanás, ou Lúcifer. Uma porta abriu-se ruidosamente sem ninguém lhe mexer, e do nada apareceram cinco demónios na forma de crianças, que eram crianças mortas. Os espíritos rondavam o círculo magico, e aceitavam os pedidos que a bruxa fazia, e depois ausentaram-se, sumindo de um momento para o outro, e tendo levado a maldição da bruxaria ao embruxado. Tempos depois, o sogro do Mr. Mason estava a fazer todas as vontades do Sr Mason. E com este mesmo bruxedo, a bruxa do Dr. Lamb também fazia as mais fortes amarrações. Quem fosse embruxado acabava sempre por ir entregar-se arrebatadamente apaixonado e irresistivelmente enamorado pela pessoa que tivesse encomendado a amarração, e andaria hipnóticamente fascinado, e seguiria aquela pessoa até aos confins do mundo, como se não houvesse mais ninguém na terra.

Procura verdadeiras amarrações  ?

Venha falar com quem sabe.

Escreva-nos!

© 2020, admin. Todos os direitos reservados. Copyright de trabalhosdemagianegra.com

This entry was posted in amarrações and tagged , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.