Magia negra e os demonios Enochianos

Magia negra e os demónios Enochianos

Os demónios Enochianos constam do livro apócrifo de Enoch, que foi escrito um século antes do nascimento de Cristo, e do qual apenas algumas copias e fragmentos sobreviveram ao longo dos séculos. George Syncellus, ( f. 810/11), um padre e cronista bizantino foi responsável pela preservação de muitos desses escritos e fragmentos. No século XII, o filosofo e enciclopedista Inglês Alexandre Neckam ( 1157 – 1217), e a monja beneditina e mística Hildegard de Bingen  ( 1098 – 1179), debruçaram-se profundamente sobre o estudo destes anjos caídos. Segundo estes estudos demonológicos, observa-se que há um conjunto de anjos que concordaram em fazer-se cair na terra, para introduzir a civilização ao homem. O número desses anjos é vasto, mas entre os nomes dos seus líderes estão Akibeel, Amazarak, Anane, Arizial, Armers, Asael, Azaradel, Azibeel, Azkeel, Barkayal, Batraal, Danel, Ertrael, Jomiael, Ramuel, Samaevel, Tamiel, Turel, Urakabarameel, Sar Akuyal, e Zavebe. Há quem diga que foi com este grupo de anjos que Satanás desertou do céu, e se tornou Senhor deste mundo. Foram estes os anjos que tendo visto as mulheres as desejaram, e tomando-as para si dormiram com elas, e em troca ensinaram-lhes a magia e a ciência. Mais tarde, num momento posterior é que se viria a verifica a queda de Lucifer. Enquanto que Satanás foi um desertor, já Lucifer foi um insurgente que perdeu a guerra da sua revolta contra Deus, e acabou exilado na terra. Estes estudos demonológicos foram apaixonadamente estudados por John Dee. John Dee ( 1527 – 1608), foi um célebre erudito e ocultista. O notório ocultista Dee, foi astrólogo pessoal da Rainha Maria I de Inglaterra, ( 1516 – 1558), e de Elisabete I de Inglaterra (1533 – 1603). John Dee interessou-se vividamente pelo contacto com os espíritos, havendo debruçado sobre estes espíritos Enochianos. Já no século XIX, o célebre ocultista Francês Eliphas Levi ( 1810-75) deixou escritos de grande importância sobre estes mesmos espíritos Enochianos.

Os gnósticos dos primeiros tempos da cristandade, inspirando-se pela ordem de classificação de espíritos de Platão ( n. 429 aC), definiram a hierarquia dos anjos. A primeira e mais alta ordem angelical eram os Serafins, a segunda os Querubins, a terceira os Tronos, a quarta os Domínios, a quinta as Virtudes, a sexta os Poderes, a sétima os Principados, a oitava os Arcanjos, sendo a última de todas a nona ordem, que é a dos Anjos. Esta hierarquia angelical, viria depois a reflectir-se na própria hierarquia dos demónios.

A visão geral Enoquiana dos anjos caídos, relata como um grupo de cerca de 200 anjos fora destacado para observar a humanidade, e vendo a beleza das mulheres, os anjos desejaram-nas, tomaram-nas para sí mesmas, e em troca ofereceram-lhes conhecimentos. Foi em consequência disso, que a humanidade recebeu os conhecimentos que levaram á fundação da civilização. Há quem afirme que este foi o primeiro acto de bruxaria que ocorreu á face da terra, pois que o acto de bruxaria consiste justamente numa bruxa entregar-se carnalmente a um demónio, em troca de sabedorias e favorecimentos. Estas noções provem tradições muito antigas, como as que constam no Lemegeton de Salomão. Houveram poderosos grimórios de magia negra inspirados em saberes hebraicos e arábicos na Idade media, e um deles foi o Lemegeton e Liber Officiorum, onde se catalogam os vários reis, duques, marqueses e condes dos infernos.

Nas tabelas Enochianas, os nomes demoníacos variam, havendo algumas versões inspiradas no Enchiridion do Papa Leão III ( 750 – 816 d.C). O Enchiridion é um famoso grimório que se diz ter sido encomendado pelo Papa Leão III como um presente para Carlos Magno ( 742 – 814 d.C). O livro aparece impresso em 1523, pelo que alguns atribuem antes a sua autoria ao Papa Leão X ( 1475 – 1521). Porem, regra geral os Espíritos Enochianos, são:

Tabela de Demónios Enochianos

Já o Lemegeton, é um termo geral para os 72 demónios listados pelo rei Salomão.

A lista dos 72 demónios do Lemegeton, são:

Tabela dos 72 Espíritos de Salomão

O Lemegeton, é um grimório e um instrumento de grande valia para a prática da magia negra, pois permite ao bruxo saber tanto como invocar aos demónios de forma eficaz e segura, assim como quais os demónios devem ser conjurados para que respectivos trabalhos de magia negra. Na obra «Discoverie of Withcraft» (1584), do célebre demonologista Inglês Reginald Scot. ( 1538- 1599) , consta a lenda segundo a qual o Rei Salomão reunião 72 demonios, dos quais o chefe era Bileth, o segundo era Belial, e o terceiro era Asmodeus, tendo trancado esses demónios num vaso de bronze, que depois atitou a um lago profundo. Porem, os babilónicos na esperança de desencantarem um grande tesouro, abriram-no e soltaram os demónios. Da horda de demónios que escaparam, eles passaram a adorar o mais poderoso deles, que era Belial, a quem ofereciam orações e sacrifícios. A maioria destes 72 espíritos de trevas ou demónios, manifesta-se sempre em formas monstruosas e animalescas. O único que se manifesta na forma de uma linda mulher é o demónio Gomory, enquanto que Astaroth e Procel manifestam-se como anjos. Belial é aquele que exige sacrifícios. Os 72 espíritos de Salomão são particularmente conhecidos nas tradições dos grimórios de magia negra, especialmente pelos seus sigilos. Com o conhecimento do sigilo e do nome do demónio, o bruxo está em condições de poder invocar ao espírito de trevas. No entanto, o conhecimento dos atributos do demónio é fundamental para que ele se manifeste, e para conseguir lidar com a entidade de forma segura. O demónio AMON sempre foi um dos espíritos mais invocados pelas bruxas, pois ele não apenas faz revelações sobre coisas futuras, como intervém fortemente em assuntos eróticos e amorosos. Há porem cinco espíritos de trevas invocados exclusivamente pelas bruxas e para elas mesmas, pois esses são aqueles que verdadeiramente lhes concedem espíritos demoníacos familiares. Já os demónios Gamygyn e Murmur são muitas vezes invocados pelas bruxas em assuntos amorosos, pois que permitem levantar espíritos dos mortos usados tanto em revelações sobre coisas futuras, como em assuntos românticos.

Quer verdadeiros trabalhos de magia negra?

Venha falar com quem sabe.

Escreva-nos!

© 2019, admin. Todos os direitos reservados. Copyright de trabalhosdemagianegra.com

This entry was posted in magia negra and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.