Magia negra e o grimório Picatrix

Magia negra e o grimório Picatrix

Joahannes Trithemius ( 1462 – 1516). O abade beneditino foi autor de mais de oitenta títulos versando sobre preciosos saberes ocultos, e leu todos os grandes grimórios. Entre esses famosos grimórios, estava o Picatrix.  A obra consiste em quatro volumes traduzidos em Espanha do Arábico para Latim em 1256, e contem ensinamentos considerados diabólicos. Em 1456, Jean Hertleib, o medico pessoal de Albrecht III, ( 1401- 1460), duque da Baviera, menciona o Picatrix como a obra mais impressionante e perturbadora que ele já havia encontrado nos assuntos do oculto. O padre, escritor e médico francês François Rabelais, ( 1494 – 1553), faz menção da obra ao situar em Toledo, Espanha, a existência do padre satânico que era o autor do diabólico Picatrix, e que era o doutor de uma escola satânica. O livro conseguiu sobreviver aos tempos, e foram depois feitas diversas traduções para Francês, Italiano, Alemão e Hebreu.

Também nos finais do século XIV, um historiador árabe chamado Ibn Khaldun falou sobre sobre o lendário grimório conhecido de todos os eruditos de magia negra, chamado Picatrix., avisando sobre os temíveis ensinamentos diabólicos ali contidos, e dizendo mesmo que o livro era digno apenas de padres do diabo. Sobre este grimório, assim escreveu o historiador: « aquelas são ciências que mostram como almas humanas se podem preparar para exercer influencias e mudanças neste mundo dos elementos, com ou sem a ajuda de seres ou elementos celestiais. Há duas formas de o fazer, a primeira é a bruxaria, e a segunda a arte dos talismãs. Estas ciências foram proibidas e banidas por muitas religiões, porque podem ser altamente prejudiciais, e requerem que os seus praticantes se relacionem com seres espirituais, que não Deus.[ como o Diabo, demónios, espíritos de trevas, espíritos de mortos, etc] »

O livro foi originalmente escrito em arábico entre 1047 e 1051, algures em Espanha. O rei Afonso X de Castilha, ( 1221 – 1284), encomendou uma tradução para espanhol em 1256. Hoje em dia, calcula-se que ainda existam dezassete copias que tenham sobrevivido á voracidade dos saques, destruição e devastação da santa Inquisição. O grimório medieval Picatrix fala sobre o selo real do rei Salomão que estava inscrito do seu anel, onde estão gravados os sigilos místicos que permitem invocar e domar os espíritos de trevas.

No grimório Picatrix, está descrita uma certa fórmula na qual se deve usar de medula de carneiro, e o cérbero de lebre, que devem ser colocados num caldeirão a cozer, até que se torne liquefeito. Adiciona-se depois canfora esmagada, e mistura-se bem. Deve-se depois fazer um boneco de cera, e baptiza-lo com o nome da pessoa que se deseja amarrar. No boneco deve-se fazer um furo na boca, até á barriga. Despeja-se a poção pela boca do boneco, vertendo-a para a barriga do boneco enquanto se diz um encantamento oculto em Latim. Verte-se depois sangue de uma oferenda de tenra idade para a barriga do boneco, repetindo o mesmo encantamento em Latim. Conforme está a suceder no boneco baptizado com o nome da criatura embruxada, também acontecerá á criatura embruxada, e por isso é como se a própria pessoa estivesse a beber aquela poção com a sua própria boca. Por vezes, a pessoa embruxar sentirá, não sem motivo, alguma indisposição no estômago, como se tivesse o a barriga muito cheia ou inchada sem ter motivo, ou como se sentisse vómitos sem razão para tal. Por isso, no final do encantamento adoça-se a boca do boneco com açúcar amarelo, de modo a evitar que a pessoa vomite. No final, recita-se uma invocação de cinco demónios responsáveis pelas demandas amorosas, e vai-se sepultar o boneco numa encruzilhada. Deve-se porem notar que este bruxedo apenas pode ser executado por uma bruxa ou bruxo verdadeiros, com pacto firmado com o Diabo, tal conforme Cipriano o bruxo (f. 258 d.C),também o teve, pois caso contrario, esta formula é completamente estéril de resultados. Uma vez estando o bruxedo feito e sepultado numa encruzilhada, daí em diante, a pessoa embruxada andará sempre com quem a mandou embruxar no seu pensamento, até ao dia em que cruzando-se com ela, apaixonar-se-á arrebatadoramente. Nesse momento, ver-se-á irresistivelmente seduzido por quem a mandou amarrar, ficará hipnoticamente encantado por essa pessoa, e terá olhos apenas por ela e mais ninguém.

Entre os grandes demonologistas da historia como Jean Bodin (1520-96),  um jurista e filosofo francês, autor da notória obra «De lá Demonomanie des Sorcieres», e Pierre de Lancre ( 1553 – 1631), autor de varias obras influentes, tais como Tableau de L’Inconstance de Mauvais Anges de 1613, L’Incredulité et Mescréance du Sortilége de 1622, e De Sortilége de 1627, encontra-se também o notório Pierre Le Loyer ( 1550 – 1634), autor do Discours Et Histoires Des Spectres publicado em 1605. Sobre o uso de pedras mágicas na bruxaria e magia negra, Le Loyer afirma na sua obra que «no que diz respeito aos demónios que essas rochas aprisionam em anéis, através de encantos» havia grandes segredos que os bruxos da escola de Salamanca e Toledo dominavam, e que estavam inscritos no famosos grimório Picatrix. Através do grimório Picatrix, Le Loyer descreve como se podiam invocar demónios Mercurianos para bruxedos relacionados com riqueza, demónios Saturninos para bruxedos relacionados com maldiçoes e vinganças, demónios Marciais para bruxedos que vençam contendas, e bruxedos Venusianos para demónios afrodisíacos que eram capazes de despertar os amores vais arrebatadores em qualquer pessoa que se desejasse, alterando o temperamento e comportamento dos homens. Era dessa forma que muitas bruxas lançavam os mais fortes bruxedos, incluindo nas mais irresistíveis amarrações.

O célebre grimório Picatrix, uma obra de magia negra que consiste em quatro volumes traduzidos em Espanha do Arábico para Latim em 1256, e que contem ensinamentos considerados diabólicos, também oferece conhecimentos ocultos sobre as horas as horas planetárias e a sua importância na conjuração de demónios e feitura de trabalhos de magia negra.

Procura verdadeiros trabalhos de magia negra ?

Venha falar com quem sabe.

Escreva-nos!

© 2019, admin. Todos os direitos reservados. Copyright de trabalhosdemagianegra.com

This entry was posted in magia negra and tagged , , . Bookmark the permalink.