Amarrações de magia negra infalíveis

Amarrações de magia negra infalíveis

Estranhos eventos começaram a suceder na ilha de Magee, na Irlanda. O caso sucedeu por volta de 1711, quando a casa e propriedade de James Haltridge , filho de um pastor presbiteriano, começou a sofrer de estranhos fenómenos. Fosse o proprietário, ou a família, ou os empregados da casa, os residentes daquela propriedade viam os lençóis das suas camas serem puxados por uma pessoa invisível, pedras eram jogadas aos vidros da habitação sem que ninguém lhe tocasse, pessoas tropeçavam ou eram atiradas para o chão por uma presença invisível, louça caía ao chão sem ninguém lhe mexer, objectos desapareciam para reaparecerem invertidos noutro local, e chegaram mesmo a encontrar-se crucifixos misteriosamente virados de cabeça para baixo.

Certa noite ao recolher aos seus aposentos, a idosa mãe de Haltridge  sentiu uma mão tocar-lhe nas costas, e passados dias estava morta. Os rumores espalharam-se, e as pessoas da vizinhança começaram a suspeitar da presença de uma bruxa, de bruxedos e de magia negra. Logo após a morte da idosa, uma jovem empregada da casa – de nome Mary Dunbar – , começou a manifestar sintomas de possessão demoníaca. Mary Dunbar afirmava que tinha visões nas quais estava a ser atacada por varias mulheres, e era quando estava assolada por essas visões que entrava em transe, perdia controlo sob o seu corpo, e ficava possessa, sofrendo de violentas convulsões. Confirmava-se assim a existência de uma bruxaria. Foram descobertas sete bruxas nas imediações, a quem chamaram as bruxas de Magee. Diante das bruxas, e havendo as bruxas sido ordenadas a libertar a empregada da possessão demoníaca, a jovem May Dunbar inexplicavelmente vomitou penas de aves pretas, alfinetes pretos, botões de um colete de homem , e outros objectos usados nos trabalhos de magia negra feitos pelas sete bruxas.

Os feitos causados pelas bruxarias ou trabalhos de magia negra das bruxas, chamavam-se na antiguidade de maleficia.

De acordo com as teses teológicas da Idade Media, como a origem do poder das bruxas é malévolo, – provindo de Pactos com demónios – , então os feitos e efeitos das suas bruxarias e trabalhos de magia negra tendem a ser malévolos. Em 1435, o teólogo Johannes Nider categorizou os fenómenos de maleficia ou bruxaria em sete grupos. De acordo com Johannes Nider, as bruxas podem causar mal de sete formas diferentes: inspirando luxuria através de amarrações, instigando ao ódio através de separações, causando impotência no homem ou infertilidade na mulher, gerando doença e enfermidade, gerando circunstâncias que acabam por tirar a vida, conduzindo á loucura, causando danos e prejuízos em propriedades ou animais em trabalhos de vingança. Todos estes fins são alcançados através de maldiçoes lançadas através de bruxarias de magia negra, sendo que esses trabalhos de magia negra apelam sempre á acção de espíritos de trevas, de assombrações, de aparições, e de almas de mortos.

Os bruxedos de amarração antes praticados ainda hoje em dia são celebrados, e tais bruxedos permanecem hoje tao poderosos como era há séculos, pois os procedimentos usados nesses fortes trabalhos de magia negra são os mesmos de há tempos imemoriais, e que são ainda hoje usados, e que constam dos mais ocultos grimórios de magia negra. Os seus efeitos infestam a criatura embruxada de forte possessão espiritual, que se alastra na sua alma de forma imparável e indefectível. A criatura embruxada fica de tal forma possessa de espíritos e assombrações, que ou cede e se entrega a quem a mandou embruxar, ou os seus padecimentos persistem sem cessar até que ela ceda. Cedendo, o purgatório de tormentos cessará, e porem resistindo então os padecimentos ali persistirão a assombrar a criatura, aumentando paulatinamente até ao ponto da sua desgraça. Por isso, ou a criatura cede, ou acabará desgraçada. Porem: a verdade é que essa criatura nunca mais se livrará do bruxedo, nem da sombra de quem a mandou embruxar. Nunca mais. Há vários exemplos historicamente comprovados e documentados deste tipo de trabalho de magia negra.

Usando-se destes ancestrais saberes ocultos, é possível realizar os mais fortes trabalhos de magia negra para gerar amarrações amorosas entre homem e mulher. Os efeitos dessas amarrações são sempre fortes, e tanto hoje como há séculos atrás, os trabalhos de magia negra uma vez lançados, nunca mais largam a pessoa amarrada por uma dessas amarrações de magia negra.

Quer verdadeiras amarrações?

Quer as fortes amarrações de magia negra?

Escreva-nos!

Trabalhos de magia negra, magia negra, amarrações, amarrações de magia negra, O altar de baphomet é uma Associação de natureza religiosa – informal e sem personalidade jurídica – fundada em 2011, e conforme os termos da Lei 16/2001 de 22 de Junho.O altar de baphomet é um altar privado de culto religioso privado e fechado. O altar de baphomet exerce os seus préstimos espirituais online, já há quase 1 década aqui abrindo caminhos nas causas mais impossíveis. No altar de baphomet praticam-se as artes da magia negra, invocações de espíritos de trevas, conjuraçoes de demónios, assombrações e aparições. Celebram-se missas negras para todos os fins: amarrações de casal, separações de casal, bruxaria de vingança, bruxarias de justiça, trabalhos de magia negra para afastamento de pessoas indesejáveis, trabalhos de magia negra para todos os fins.Desde 2011 a providenciar sucessos e vitorias, nos casos mais difíceis e desesperados, celebrando trabalhos de magia negra, magia negra, amarrações, amarrações de magia negra.

© 2019, admin. All rights reserved.

This entry was posted in trabalhos de magia negra and tagged , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.