Magia negra e as horas planetárias

Magia negra e as horas planetárias

O manuscrito de Abra-Melin, O livro da Magia Sagrada de Abra-Melin, o Mago , entregue por Abraão a seu filho Lamech, foi copiado e traduzido do hebraico pelo alquimista, mago e demonologista hebreu Abraão, também chamado «o Judeu» por volta dos anos 13621460. A obra na sua tradução francesa, acabou arquivada na Biblioteca do Arsenal, em Paris.  A obra foi escrita como se o autor Abraão tivesse aprendido os segredos da magia de Abra-Melin no Egipto, e daí em diante os tivesse usado para influenciar o curso da história da Europa no inicio do século XV. A obra contém diversas fórmulas e procedimentos litúrgicos para a invocação de espíritos e demónios, com as mais diversas finalidades. MacGregor Mathers ( 1854 -1918), foi um ocultista britânico que publicou o texto de Abra-Melin em 1898, e desde então tem havido diversas reimpressões. Neste famoso grimório, é mencionado o demónio Abutes, um espirito um espirito servidor dos demónios Astaroth e Asmodeus, e por isso um espirito de enorme poder em assuntos amorosos, de luxuria e volúpia. Este demónio era invocado pelas bruxas conhecedoras da Idade Media em assuntos de natureza afectiva e carnal, sempre com grande sucesso.

Porem, um dos segredos para invocação destes e outros demónios, são a hora da sua invocação. Muitos grimórios enunciam formulas como «faça-o no dia e na hora de Vénus», ou «repita o procedimento no dia de Marte, na hora de Vénus».

Na verdade, as horas planetárias são baseadas num sistema astrológico antigo, chamado a ordem Caldeu dos planetas. A sequência dos planetas segundo a ordem Caldeu dos planetas, é Saturno, Júpiter, Marte, Sol, Vénus, Mercúrio, Lua. Esta ordem repete-se infinitamente.

As horas planetárias usam a ordem Caldeu para dividir o tempo. Cada hora planetária é governada por um planeta diferente, sendo que o planeta que governa a primeira hora desse dia, é o governante de todo o dia. Desta forma, a primeira hora de Domingo é governada pelo Sol, a de segunda-feira pela Lua, a de terça-feira por Marte, a de quarta-feira por Mercúrio, a de quinta-feira por Júpiter, a de sexta-feira por Vénus, a de Sábado por Saturno.

O notório filosofo Italiano formado na universidade de Florença, Marsílio Ficino ( 1433 – 1499), foi um autor que se debruçou sobre o estudo destas horas aplicadas a rituais de magia.

O célebre ocultista Henry Cornelius Agrippa von Nettesheim, ( 1486 – 1535), autor do influente «De occulta Philosophia» (1531-33), era um grande conhecedor da forma como estas horas astrológicas influenciavam a invocação de espíritos e demónios.

O célebre grimório Picatrix, uma obra de magia negra que consiste em quatro volumes traduzidos em Espanha do Arábico para Latim em 1256, e que contem ensinamentos considerados diabólicos, também oferece conhecimentos ocultos sobre as horas as horas planetárias e a sua importância na conjuração de demónios e feitura de trabalhos de magia negra.

Procura verdadeiros trabalhos de magia negra ?

Venha falar com quem sabe.

Escreva-nos!

© 2019, admin. Todos os direitos reservados. Copyright de trabalhosdemagianegra.com

This entry was posted in magia negra and tagged , , . Bookmark the permalink.